TV Paga: Sky convoca assinantes a pressionarem STF contra nova lei

Ainda irresignada com a nova legislação sobre TV por assinatura, a Sky partiu mais uma vez para o ataque com uma propaganda em que incentiva os assinantes a pressionarem o Supremo Tribunal Federal contra a lei 12.485/2011.

No vídeo de um minuto e meio, o capitão da seleção brasileira de vôlei, Giba, provoca os espectadores com uma alegação, no mínimo, controversa: “Você sabia que uma lei recentemente aprovada poderá mudar toda a sua programação de TV por assinatura?

Atletas de clubes de vôlei e basquete patrocinados pela Sky anunciam que se trata do “início de uma grave intervenção nos meios de comunicação”, com “efeitos no preço e conteúdo”. E que “todos os esportes e canais esportivos podem perder espaço na programação por conta de uma imposição legal”.

Os produtores independentes, que a Sky trata como únicos beneficiados, reagiram com outra campanha, em defesa da lei. Para a ABPI-TV, “a operadora Sky virou as costas para o debate democrático para defender seus interesses e passou a investir em campanhas de desinformação do público”.

A lei 12.485 trata, em essência, da abertura do mercado de TV paga às teles e do estabelecimento de cotas de produção nacional. Como essas cotas se referem a 30 minutos por dia, parece exagero a alegação de que elas poderão “mudar toda a programação”.

Com a lei sancionada aprovada e sancionada no ano passado – para começar a valer, falta apenas a parte de regulamentação que cabe à Ancine – a última trincheira é uma ação no Supremo Tribunal Federal, movida pelo DEM, que questiona a legalidade das novas regras.

Assista ao vídeo produzido pela operadora:

Fonte: Convergência Digital

Veja artigos relacionados

Comentários (0)

Deixe o seu comentário!