Televisão 3D é o sonho da classe C brasileira

Os brasileiros são um povo aficionado por tecnologia e cada vez mais investem pesado em novidades do mercado. A classe C é um grupo que cresce a cada ano e registra um importante papel na economia do país. As televisões equipadas com tecnologia 3D são as prediletas da classe C, informou uma recente pesquisa realizada pela Cetelem BGN, do grupo BNP Paribas.

Em época de Copa do Mundo ou Olimpíadas, a venda de televisores costuma aumentar de 20% a 40%. Outro fator determinante para a venda de televisores 3D é o preço. É possível encontrar uma televisão de 42 polegadas equipada com tecnologia tridimensional, conversor digital e óculos 3D por R$1.700. Há dois anos este mesmo aparelho custava R$9 mil.

A tendência é que a tecnologia 3D esteja na maioria dos lares brasileiros até 2016, tornando-se popular mais rapidamente que as TVs de LCD quando foram lançadas no mercado. Prova disso é a adequação que as emissoras estão realizando na transmissão.

Leia: Como funciona a televisão 3D.

Classe C em crescimento

Com poder aquisitivo crescendo ano após ano, a classe C representa 54% da população, totalizando 103 milhões de brasileiros. Atualmente a renda deste grupo gira em torno de R$ 1.450 por mês e em 2013, a expectativa é que alcance R$ 1.700. Somente no ano passado, mais 2,7 milhões de brasileiro tiveram ascensão social e entraram na classe C, segundo a pesquisa empresa Cetelem BGN. Junto com este desenvolvimento vem o interesse por produtos tecnológicos.

Tecnologia 3D exige cuidados com a visão

Para manter a saúde dos olhos em dia, o usuário deve manter uma distância mínima de 1,5 metro da tela. Também deve ser mantida a luz da sala acesa ou com iluminação natural. A cada uma hora de programação 3D, é recomendável pelo menos alguns minutos de descanso.

Fonte: Rede Bom Dia

Veja artigos relacionados

Comentários (0)

Deixe o seu comentário!