Como funciona a televisão 3D

Antes de começarmos a falar sobre a tecnologia 3D em aparelhos de televisão, vamos primeiro explicar como funciona esse mecanismo. Em termos práticos, o 3D nada mais é do que o seu cérebro sendo enganado por efeitos óticos (estereoscopia).
Uma imagem 3D é formada por duas imagens diferentes, em alguns casos, com camadas de cores diferentes, uma para cada olho. A separação entre as imagens é responsável por criar o volume/profundidade, que dá o tom de realidade. Com a ajuda de óculos especiais essas duas imagens são unidas, formando então a imagem em três dimensões. Por isso alguns óculos 3D possuem uma lente vermelha e outra azul (lentes anáglifas).

O efeito 3D nada mais é do que o seu cérebro sendo enganado.

Vantagens da TV 3D

– maior experimentação sensorial;
– dá para jogar jogos em 3D;
– dependendo do modelo e da marca, alguns televisores são capazes de converter o 2D em 3D.

Desvantagens:

– ainda não é possível desfrutar da TV 3D sem a utilização de óculos;
– se você tem o hábito de ver televisão deitado, alertamos: nesse caso, a tecnologia 3D ainda deixa muito a desejar, pois as lentes dos óculos foram projetadas para reproduzir imagens com alinhamento horizontal e, ao deitar-se, esse alinhamento ficaria na vertical, comprometendo a imagem;
– não basta só a televisão ser 3D, o conteúdo também precisa ser em 3D;
– com o tempo o seu olho pode ficar cansado de “ser enganado”, o que pode provocar dores de cabeça.

Tipos de óculos

Existem dois tipos de óculos 3D, o ativo e o passivo. A escolha certa vai depender de vários fatores, como o tipo de tela (plasma, LCD, LED), distância e resolução da tela, tipo do conteúdo que será assistido etc.

Se você pretende comprar uma TV nova para montar um home theater e não abre mão de uma imagem em alta resolução (Full-HD), nesse caso, o 3D ativo pode ser mais vantajoso. Mas, se você quer apenas assistir a um número pequeno de conteúdo em 3D, os óculos passivos podem suprir as suas necessidades, sem contar que, em média, são mais baratos.

Óculos 3D Ativo

Os óculos ativos captam uma imagem inteira para cada olho, de maneira alternada. O mecanismo é similar ao piscar de olhos, em que o obturador dos óculos controla o que o seu olho irá ver. Dessa forma, os óculos ativos precisam ter um obturador de alta velocidade para cada olho. Os óculos ativos geralmente são de lente LCD e podem ser conectados ao televisor através de um fio ou por meio de raios infravermelhos.

Óculos 3D Ativo

Óculos 3D Passivo

A tecnologia passiva coloca as imagens para os dois olhos na tela ao mesmo tempo. A tecnologia 3D passiva usa óculos que reduzem a resolução de 1080p (HD) pela metade (540p) para cada olho.

Os óculos passivos fornecem melhor fruição das imagens 3D quando se está assistindo TV com a cabeça levemente inclinada, como quando estamos “de boa” no sofá, por exemplo. Também são consideravelmente mais baratos, custam menos de 20% do preço de um óculos ativo. Considerando-se fatores gerais de usabilidade, os óculos passivos ainda são os mais indicados (Fonte: Gizmodo Brasil).

Óculos 3D passivo

Agora que você já sabe um pouco mais sobre televisões com tecnologia 3D, anota aí essa dica: antes de comprar um televisor 3D verifique se ele possui tecnologia passiva ou ativa, e só a partir daí escolha os óculos compatíveis.

Fontes: Gizmodo Brasil, How Stuff Works e Future Shop.

Veja artigos relacionados

Comentários (0)

Deixe o seu comentário!