O que é o Ginga?

Com certeza você já deve ter ouvido falar no Ginga. Deve ter ouvido falar também na medida imposta pelo Governo Federal aos fabricantes de televisores, que determina que a partir de 1º de janeiro de 2013, 75% dos televisores devem sair de fábrica com o Ginga instalado.

 Mas, afinal, what the hell is Ginga?

Ginga não tem a ver com capoeira, tampouco com samba. Consiste em uma tecnologia, um middleware, que viabiliza a interatividade nos aparelhos de televisão. Sem essa tecnologia, todas as promessas de interatividade na TV não seriam possíveis. No livro “Para entender a TV Digital: tecnologia, economia e sociedade no século XXI”, encontramos uma definição simplificada para o Ginga.

Middleware adotado pelo Brasil para uso nos televisores digitais, que permite o processamento de conteúdos interativos. Foi desenvolvido pelos laboratórios Telemídia, da Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-Rio), e LAViD, da Universidade Federal da Paraíba (UFPB). Trata-se de um software livre (BRITTOS e SIMÕES, 2011, p. 87).

Com o Ginga, os televisores ganharam inúmeras funções, que vão além do simples assistir TV. Para se ter uma ideia, hoje já é possível, por exemplo, baixar aplicativos através da televisão e ainda acessar conteúdo exclusivo e interativo fornecido pelas emissoras. Em breve, a gama de serviços interativos será ainda maior. Clique aqui e veja o passo-a-passo de como funciona o Ginga.

Como identificar se a TV que você vai comprar tem Ginga?

Verifique se a televisão possui um selo de interatividade, que, geralmente, fica na parte frontal da TV, onde aparece a sigla DTVi (imagem abaixo), que indica que a TV possui conversor integrado para o sinal de TV digital e também permite a interatividade por meio do Ginga.

Vale lembrar que, para acessar conteúdo interativo não é necessário uma televisão com conexão à internet, a não ser que seja para responder enquetes ou enviar algum tipo de resposta às emissoras. Se o seu televisor tiver o Ginga e o conteúdo for interativo, será possível acessá-lo sem a necessidade de conexão à internet.

Leia: Brasileiros poderão ter informações sobre aposentadoria na tela da TV.

Agora que você já sabe o que é o Ginga, ao chegar na loja escolha um televisor que já vem equipado com essa tecnologia. Na dúvida, informe-se com o vendedor.

Fonte: Ginga.org, IG Tecnologia e “Para entender a TV Digital: tecnologia, economia e sociedade no século XXI”, dos autores Valério Cruz Brittos e Denis Gerson Simões.

Veja artigos relacionados

Comentários (0)

Deixe o seu comentário!