Fabricantes japonesas adotam estratégias para diminuir prejuízos

Por muito tempo o Japão foi referência mundial na produção de televisões. Porém, hoje, a fabricação destes aparelhos se tornou uma dificuldade para marcas como a Sony, Panasonic e Toshiba frente ao crescimento feroz da concorrência sul Coreana.  Os motivos que contribuíram para esta situação são a queda na demanda, alta dos custos e o crescimento da concorrência.

Atualmente as empresas Samsung e LG lideram o setor de televisão e investem pesado em tecnologia, fazendo com que empresas japonesas adotem estratégias para conter os prejuízos. Conforme falamos neste post, no início deste mês a Toshiba encerrou a produção de televisores em sua última fábrica localizada na cidade de Fukaya.

Outra medida adotada pela Toshiba foi explorar outros mercados como Egito, Indonésia, China e Polônia, reduzindo a menos da metade o número de modelos trabalhados. Na mesma linha, a Hitachi pretende abandonar a produção no Japão até setembro deste ano, indo para outros mercados.

Nas últimas semanas, o setor especula uma possível parceria entre a Sony e a Panasonic a fim de desenvolver uma nova geração de televisores de tela plana. Ambas as marcas sofrem perdas consideráveis na indústria, por exemplo, a Sony está em seu quarto ano de prejuízos somando R$ 11,4 bilhões em danos.

Fonte: Terra

Veja artigos relacionados

Comentários (0)

Deixe o seu comentário!