Como escolher a TV ideal

Atualizado em 18/06/2012

Desde a década de 50, quando chegou ao Brasil, a televisão ganhou um cantinho especial na casa e no coração dos brasileiros. Na última década, os aparelhos de TV evoluíram bastante, ganharam novas funções e diferentes níveis de interatividade. Sem contar que, com a chegada do sinal digital e o aumento da resolução da imagem, o hábito assistir TV se tornou algo ainda mais prazeroso do que há 50 anos.

Pensando nisso, para ajudar você a escolher a TV ideal, nós reunimos as principais informações sobre as novidades e tendências. Após ler estas dicas, se você tiver dúvidas sobre preços, corra para o nosso comparador. Clique aqui e conheça todos os tipos de televisão.

Onde a TV será colocada?

Antes de ir à uma loja, observe bem as características do local onde a TV será colocada, se há excesso ou falta de claridade, proximidade com o sofá, cadeiras, entre outros fatores que podem influenciar na escolha.

Imagem: iOnline

Você quer uma televisão para que?

Imagem: Blog Pura Reflexão

Você aí deve ter respondido mentalmente: “para assistir, ué!” Mas, a pergunta não é tão óbvia quanto parece. Com a evolução da tecnologia hoje é possível navegar na internet através da televisão. No entanto, se você quer uma TV apenas para levar para o trabalho, não há necessidade de tanta tecnologia.

Anote a lista dos itens que você deve considerar antes de comprar uma televisão nova:

  • Tamanho da tela 
  • Resolução
  • HDTV
  • Entradas e Saídas de Vídeo (Quais e quantas são. Importantíssimo!)
  • Tempo de Resposta
  • Cores (pode ir de alguns milhões até 136 bilhões)
  • Brilho
  • Contraste
  • Ângulo de Visão (varia de 155 a 180)
  • Velocidade de Quadros na Tela (varia de 45 Mhz a 240 Mhz)
  • Progressive Scan (Esse é fácil: ou tem, ou não tem)
  • Sistema de Som
  • Durabilidade
  • Consumo de Energia
  • Assistência Técnica
  • Recursos diversos

Tipos de televisores

TV de Plasma – é uma tecnologia mais recente e com melhor contraste e reprodução de cores mais fiel à realidade. Há quem defenda que esse tipo de tela oferece qualidade de imagem superior às de LCD. Entretanto, o plasma tende a criar “rastros” quando uma imagem permanece por muito tempo na tela. Isto ocorre devido ao efeito “burn-in”, que ocorre quando há um aquecimento interno no sistema da televisão, queimando a imagem estática.

A tela de plasma é indicada para locais com pouca luminosidade e, por proporcionar ângulo de visão superior aos outros modelos, sendo a mais indicada para espaços pequenos. No entanto, o tempo de vida útil do plasma é menor, e a sua manutenção costuma ser um pouco mais cara.

TV de LCD – se a sua sala for muito clara, é provável que uma televisão de LCD seja a ideal devido ao seu alto brilho na tela. Entre outras vantagens da tela de LCD está o seu consumo de energia, que é menor que a TV de plasma, e a sua fina espessura. Porém, o ângulo de visão de uma TV de LCD deixa a desejar se formos comparar com uma de plasma. Desvantagem: a TV de LCD não oferece um bom contraste quando as imagens são pretas ou em tons escuros.

LED – indiscutivelmente os televisores de LED têm a melhor qualidade em todos os quesitos visuais, permitindo cores mais vivas e com uma maior gama, isto é, o preto é profundo e o branco é puro. As televisões de LED também oferecem alta nitidez e brilho intenso devido ao “backlight” ser composto por um painel cheio de luzinhas de LED. As TVs de LED costumam ser mais finas, mais leves, mais duráveis e no quesito design são as mais bonitas. É indicada para qualquer ambiente. 

Tubo – são aqueles modelos mais antigos, que lembram um caixote. Algumas TVs de tubo, fabricadas mais recentemente, já têm inclusive tela plana.  Apesar disso, um dos principais fatores negativos desse modelo é a resolução da imagem, que deixa muito a desejar, e funções limitadas.

Portátil – que tal poder assistir ao final da novela ou do Brasileirão no metrô ou no ônibus? Com uma TV portátil isso é possível. Esse modelo funciona a bateria, oferece total mobilidade, recebe sinal digital e, dependendo do modelo, pode ser acoplada no painel dos automóveis.

E por falar em tecnologia, conheça as principais inovações dos televisores mais modernos.

Smart TV (ou TV conectada) – televisor que dispõe do middleware Ginga, um dispositivo que permite diferentes níveis de interatividade. Se você é daquelas pessoas que quer uma televisão apenas para assistir, não faz sentido ter uma TV conectada, até porque esses modelos são ainda muito caros.

3D –  esses modelos são ideais para quem adora um cineminha em casa. Algumas marcas fornecem óculos 3D junto com o aparelho. Porém, alguns especialistas afirmam que o olho humanos pode acabar cansando devido à exposição constante, já que .

Controle Remoto

Tamanho, disposição dos botões, funcionalidades: todos esses itens são muito importantes e devem ser considerados. Você sabia que já existem modelos que até dispensam o controle remoto e funcionam por reconhecimento da voz?

Veja artigos relacionados

Comentários (0)

Deixe o seu comentário!