Aposentadoria na tela da TV

Texto: InfoMoney

SÃO PAULO – Aplicações para TV digital devem tornar a interatividade uma ferramenta de auxílio dos brasileiros. Os programas permitirão que o telespectador obtenha informações sobre aposentadoria, marque consultas médicas e até mesmo procure emprego.

A partir do dia 15 de março, o CPqD (Centro de Pesquisa e Desenvolvimento em Telecomunicações) entregará ao Minitério das Comunicações um pacote de aplicações e componentes de software para TV digital interativa, baseada na plataforma Ginga, que deve equipar a partir de 2013 boa parte dos aparelhos de televisão vendidos no Brasil.

Segundo o Centro de Pesquisa, o objetivo é enriquecer a TV digital. “Com isso, o CPqD espera dar uma forte contribuição ao Ministério das Comunicações, no sentido de fortalecer e enriquecer a TV digital no País”, explica o presidente do CPqD, Hélio Graciosa.

Um clique no controle remoto

Serão entregues ao Ministério das Comunicações três aplicações. A primeira delas, a PrevidênciaFácil, se adotada pelo governo, permitirá que o trabalhador visualize na tela da televisão informações e documentos necessários para obtenção da aposentadoria.

A segunda aplicação é o IncluaSaúde, que será entregue no dia 15 de abril. O programa permite que a população marque consultas em postos de saúde pela televisão. Já o ProcuraEmprego, que deve facilitar a busca por vagas de emprego no País, será encaminhado para o Ministério no dia 15 de maio.

Desenvolvimento

As aplicações para TV digital vêm sendo desenvolvidas desde 2008 pelo CPqD, como parte do projeto SMTVI (Serviços Multiplataforma de TV Interativa), que conta com recursos do Funttel (Fundo para o Desenvolvimento Tecnológico das Telecomunicações), do Ministério das Comunicações.

O projeto tem como objetivo oferecer serviços eletrônicos por meio do aparelho de televisão.

Veja artigos relacionados

Comentários (0)

Deixe o seu comentário!