A diferença entre 1080p e 1080i

A diferença entre 1080p e 1080i

Por Redação WebTelevisão

Você sabe a diferença entre 1080i e 1080p? Quem já cruzou com definições de resolução de TV ou monitores por aí, deve ter notado essas letrinhas pequenas ao lado do número de linhas. Vamos entender o que elas querem dizer?

Antes, o melhor é explicar alguns conceitos básicos de sobre a imagem da televisão, como ela se forma e o que significam esses números todos. Se você já entende essa parte, pode pular direto para o terceiro tópico do texto, intitulado “O ‘i’ em 1080i”.

 

Full HD: resolução da TV e número de linhas

Primeiro, o número (1080, 720, 1920), como já é mais sabido, aponta a quantidade de linhas de resolução. Um monitor com 1080 linhas e em formato de 16:9, vai ser de resolução 1080×1920. Ou seja, 1080 linhas horizontais por 1920 linhas verticais. Isso é definição Full HD.

Existem outras resoluções que podem vir acompanhadas da letrinha “i” ou do “p” (a 720 é bem comum também), mas na de 1080×1920 a qualidade de imagem costuma ser mais aparente pelo tamanho dos monitores. Em geral, essa resolução compensa mais em TVs de mais de 42 polegadas, embora o ideal, para desfrutar de toda a qualidade oferecida, seja comprar um monitor em torno das 50 polegadas.

O Full HD  oferece imagens mais nítidas e bem definidas, e por isso, a diferença entre o “i” e o “p” fica mais aparente do que em outros contextos. Mas, ainda antes de explicar o que elas significam, é preciso entender como a imagem se forma na tela.

 

Frame rate: amostragem de quadros por segundo

Por que é preciso entender o que é a amostragem de quadros por segundo? Caso você não saiba, a imagem em movimento é formada por várias imagens paradas que, colocadas uma após a outra muito rapidamente, dão a impressão de movimento. Nas transmissões de televisão, essa amostragem costuma ser de 30 quadros por segundo, enquanto em filmes, o normal são 24 quadros por segundo.

Outro nome para amostragem de quadros, é o termo em inglês “frame rate”, caso você cruze com ele por aí. Mas vamos em frente. Se essa parte já está entendida, vamos começar explicando o que é o “i”.

 

O “i” em 1080i

O “i” é de “interlaced video” (do inglês, quer dizer “vídeo entrelaçado”). Isso porque, na hora de formar as imagens, os monitores 1080i montam cada quadro pela metade.

Como assim pela metade?

As 1080 linhas são divididas entre linhas ímpares e pares. Nas TVs 1080i, todas as linhas ímpares formam um dos quadros da imagem em movimento, enquanto as pares formam o quadro seguinte ou o anterior.

Ficou confuso? Pense assim, sempre que você pausar um vídeo em um monitor 1080i, a imagem vai ficar um pouco borrada e pouco definida, isso porque vão estar ali na tela metade das linhas de um quadro e metade do próximo.

Nas TVs 1080i, nunca se forma um quadro inteiro, existe sempre essa transição. Primeiro são exibidos todas linhas ímpares de um quadro e depois todas as linhas pares. 

 

Vantagens e desvantagens do 1080i

O que mais chama a atenção é a fluidez das imagens. A definição de movimento é mais fluída. Além disso, por causa da duplicação de quadros em tela, é como se o olho captasse não 30, mas 60 (ou 48) quadros por segundo, algo mais próximo da realidade da nossa visão fora das telas.

Porém, vídeos entrelaçados podem ter uma leve diferença de duração em comparação com suas outras versões. Pausar ou tentar capturar um quadro de um vídeo em 1080i também é complicado, pois, como nunca há uma só imagem totalmente formada, sempre vamos obter uma imagem borrada.

 

O “p” em 1080p

O “p” é de “progressive video” (do inglês, “vídeo progressivo”), e quer dizer que os quadros são formados um a um. Todas as linhas formam progressivamente uma imagem, e então a próxima, e a próxima depois disso.

 

Vantagens e desvantagens do 1080p

O 1080p possui uma definição de imagem superior ao 1080i, justamente porque forma um quadro inteiro de cada vez. Logo, o olho consegue captar a imagem completa, ao invés de sempre ficar juntando os fragmentos. Por outro lado, isso tira um pouco da fluidez. Também deixa o arquivo ou a transmissão mais pesadas.

E aí, ficaram claras as diferenças entre 1080i e 1080p? Prontos para decidir qual dos dois formatos levar para casa?

Qualquer dúvida, deixe aqui nos comentários!

WebTelevisão